1. Como surgiu a ideia de criar um Club do Fusca aqui em São Luís?

A ideia do Club partiu basicamente de quatro amigos que tem fusca, e que não tinham mais paciência de lidar com mecânicos que só davam dor de cabeça o tempo todo, e com algumas experiências resolveram partilhar as mesmas, surgindo assim o Fusca Club – MA. A partir de Pesquisas descobrimos que já houve a tentativa de se formar um club do fusca aqui em São Luís entre os anos de 1997 a 2003. O Maranhão era um dos únicos estados que não tinha um club do fusca, mesmo com os inúmeros proprietários e colecionadores.

Com tudo isso, marcamos uma data que foi o dia 20 de março de 2010, que é o aniversário do club. Neste dia nós conseguimos reunir 12 veículos, dando início assim aos nossos encontros que acontecem no espaço do Fest Lanches, no sábado à noite, de quinze em quinze dias.

2. Quantos membros possuem o club hoje?

Hoje nós temos 20 membros fixos, além de alguns convidados.

3. Qual o principal objetivo?

O intuito é partilhar esta paixão e alegria pelo fusca, é mostrar que aqui tem sim este veículo. Nós Contamos com o apoio geral do “fórum do fusca” e da Associação Maranhense de veículos antigos (AMAVA), colocando assim São Luís e o Maranhão entre as grandes cidades e estados que tem muitos proprietários e amantes do fusca.

4. Nós sabemos que o fusca é um veículo de motor a ar, assim como Brasílias, Kombis, enfim. Conta um pouquinho desta história, desse “relacionamento” entre o fusca e os outros Vw’s a ar.

Na verdade é o “pai” dos motores a ar, pois foi o primeiro que surgiu. Desde 1986, que foi ano do primeiro encerramento da fábrica no Brasil, os proprietários começaram a montar o dia nacional do fusca, que é o dia 20 de janeiro, data esta que se montou a fábrica lá em São Bernardo do Campo. Na verdade começou no Ipiranga, mas só depois que foi montada a fábrica em São Bernardo do Campo, o qual é a maior fábrica da Volkswagen no Brasil. Mas o fusca foi fabricado em 63 países, logo, americanos, alemães começaram a ver essa movimentação, essa paixão pelo fusca, e resolveram criar o dia mundial do fusca, ou seja, a data que é praticamente a existência, que é quando o Ferdinand Porsche apresentou o projeto para ir para a linha de montagem, que é o dia 22 de junho. E no mundo toda a família Vw a ar participa de tal comemoração.

5. Muitas pessoas pensam: Ah, eu quero um carro novo, prefiro assim, pq num vai dar problema nem pregar, Enfim… Mas também existem as pessoas que se encantam pelo antigo, e hoje nós não vemos apenas os “senhores” colecionadores, mas jovens também, um exemplo disso é a paixão pelo chevette’s, gol’s “quadrados”. Como é esse amor pelo Fusca?

Na verdade o fusca é um veículo apaixonante, os jovens antigamente tinham o fusca como referencia para ser seu primeiro carro, por que foi e é até hoje um veículo de luxo, um esportivo apimentado. Ele é bem requisitado, por ser um veículo fácil de por alguns acessórios, é fácil de trabalhar com ele é uma paixão que vai passando de geração em geração.

6. Notou-se isso, pois nós do 200milhas estivemos ano passado no VII Evento Nordeste de Veículos Antigos, que aconteceu no São Luís Shopping, e observamos inúmeros proprietários de fusca que não eram senhores, mas sim jovens.

Verdade, hoje eu tenho um fusca Itamar 95, teve um tempo que eu pretendi o vender e a minha filha hoje com 5 anos, foi a primeira a não querer que vendesse, daí eu segurei a situação um pouco, no limite, me livrei da situação e não vendi o carro. Comprei foi outro um 68, estou restaurando-o e este ela já disse que é dela, provando ainda mais essa passagem.

7. Existe então uma dificuldade e cuidado com esses veículos certo?

A gente tem um projeto de montar uma oficina especializada voltada para a questão de restauração e manutenção dos vw a ar, mas o custo ainda é alto para tal fim. Com tudo, hoje temos como por  exemplo freios a disco. Ele na sua engenharia não foi um veículo fabricado para correr, este é um problema, pois a tendência jovem é de que gosta de acelerar um pouco mais, ate mesmo com a influente e presente pista de arrancada Ilha Race (risos).

Além disso, tem a dificuldade de se achar um bom pintor, um bom mecânico que saiba e que queira mexer em fusca, um bom lanterneiro…

8. E a preocupação de vocês para com as corridas ilegais ou rachas e pegas?

Nós sempre ficamos em cima, recomendando cuidado, para que permaneçam apenas na pista, sem usar as vias públicas para tal fim. Até mesmo para manter a integridade do club. Se um membro for pego tomando tais atitudes ilegais, ele é automaticamente excluso e de seu veículo retirado todos os adesivos que o caracterizam como do membro do mesmo.

9. E o New Beetle, que os brasileiros chamam de novo fusca? O que vcs acham disto?

Igual a alguns amantes e críticos do fusca, nós não consideramos o New Beetle como novo fusca, pois este possui mecânica diferente e as características de motor traseiro e tração traseira não possui mais, mesmo possuindo as linhas um pouco parecidas com o pai dos Vw’s a Ar. Em pesquisas na internet, viu-se um projeto do novo fusca que virá com as próprias características faladas anteriormente e apenas um pouco mais atuais.

10. Todo mundo conhece o filme “Herbie – meu fusquinha turbinado”, que coloca o fusca como uma grande estrela do cinema, e que motivou, que inspirou na época e até hoje se duvidar, a possuir tal veículo. Você também teve esse filme como influencia? Já foi feito alguma réplica dele na fábrica, existiu ou existi?

(risos) Sim, eu estou montando um branquinho, e pretendo que ela venha com as faixas do Herbie. O Herbie na verdade é um fusca 63, nele foi mantido tudo original, o famoso teto ragtop (teto solar de lona do Fusca), um estilo americano. Sua única diferença para o nosso fusca é este teto solar. Nessa época alguns proprietários, alguns amantes nos estados de São Paulo, Belo Horizonte fizeram as réplicas ou cópias fiéis do Herbie, mas em breve São Luís terá também a sua réplica.

Obrigado!

Pra quem se interessou em participar do club, basta mandar e-mail  para [email protected] que daremos mais informações!

Presidente: Henrique Villela