O nosso entrevistado nesse mês será o piloto de manobras Thiago Estrela. Lembrando que você pode ajudar nessa sessão do site, indicando quem vocês gostariam de ver por aqui, também enviando perguntas pelo e-mail [email protected]

Nome: Thiago Estrela

Apelido:

Cidade Natal: São Luís

Profissão: Empresário

Hobbies: Automobilismo

01. Como e de onde surgiu a idéia de realizar apresentações com manobras radicais?

A vontade vem desde a época das apresentações que a GM fazia com o piloto Carlos Cunha em apresentações com chevetts, Kadets, que eram muito famosas na época. Por volta de 2001, adquiri um CHEVETTE BRANCO 1980 1.4 para manobras não oficiais (rsrsrsrs), o qual troquei com um amigo, FRED MELECOSO num KIT TURBO 1.0 usado. O carro não tinha nada de equipamento somente muita solda no diferencial…Mas, a realização veio na PISTA ILHA RACE, com o meu primeiro OMEGA.

02. Quantas pessoas fazem parte da sua equipe?

Hoje fazemos parte de uma só equipe, a EQUIPE ILHA RACE DE MANOBRAS RADICAIS. Antes tinha EQUIPE THIAGO ESTRELA, composta por THIAGO ESTRELA, LEO DA CHEVY, EANES, THIAGO XICO E O “CHEGADO” DA BORRACHARIA (trocava as rodas).

03. Para chegar à atual performance, você se especializou em algum curso?

Não, apenas muito treino e dedicação ao carro e o esporte.

04. Quantas e Quais são as manobras que realiza nas apresentações?

No meio da apresentação saem várias manobras, nem tenho como citar uma em especifico e as vezes quem conduz para onde vai é o próprio carro. kkk

05. Essas manobras oferecem algum risco para vocês e para o público?

Como todo esporte, deve ser feito em locais e condições apropriadas, no carro devem ser utilizados itens de segurança, que são indispensáveis, e o público deve respeitar as normas de segurança do local, aqui em São Luís como exemplo, a PISTA ILHA RACE.

06. Os carros para praticar essas manobras precisam ser diferenciados?

Sim, são carros que recebem modificações e preparações para a prática do esporte.

07. Todos os modelos de carros podem ser utilizados ou só alguns modelos e marcas?

O ideal é que sejam tração traseira, o que facilita que o carro deslize na pista.

08. Qual a manobra que o público mais gosta e que você não pode deixar de realizar nas apresentações?

Muita fumaça, pneu estourando, carro de banda e claro, a hora em que o público mais enlouquece, quando um carro de manobras bate na mureta de proteção. kkkkkkk

09. Na sua opinião, qual é a mais difícil de realizar?

Aquelas que passam de 3 giradas consecutivas (540º), e as de maiores velocidades, são mais arriscadas e perigosas.

10. O que as apresentações significam para vocês?

Para mim, funcionam como descargas de adrenalina.

11. Qual a sua lembrança sobre a época em que os “Rachas” eram praticados em locais impróprios? Tem algum fato importante que possa dividir conosco?

Tenho muitas lembranças e hoje vejo como era perigoso, não tínhamos ideia do que fazíamos. Corríamos de carros em locais que não eram apropriados, nas ruas da cidade, pondo em risco a nossa vida e as de outras pessoas.

12. Você acha que a pista Ilha Race, beneficiou para o fim total das corridas ilegais?

Claro, com o surgimento da pista e o RACHA sendo considerado crime, essas práticas foram se diluindo. Mas, ainda tem maluco correndo na rua.

13. Conte uma experiência engraçada já vivenciada por você ou por pilotos da sua equipe.

Estávamos fazendo uma apresentação na ILHA RACE, eu e um amigo MAGÃO MECANICO, estava comigo dentro Ômega Turbo e no meio da apresentação o carro começou a sair fogo no motor pelo escape, soltar labaredas pela descarga e tiros, dava pra ver pelo assoalho do carro, e ele começou a gritar muito: “FOGO! FOGO! FOGO! PARA DOIDO!” e eu quando vi que a galera estava curtindo, ai que eu continuei até quebrar o carro(rsrsrsrs). Ao tentar sair por sua porta, MAGÃO quebrou a maçaneta da porta para aumentar seu desespero. Existe uma pequena distância de menos de um palmo, entre meu corpo e o volante, meu capacete fica muito perto da gaiola de proteção, mas mesmo assim ele conseguiu sair antes, por cima de mim e continuou correndo pela pista, até hoje não sei como ele conseguiu. Claro o carro não pegou fogo, e a reação de socorro da PISTA ILHA RACE foi muito rápida e eficiente.

14. Qual o carro antigo que te fascina até hoje? Porque?

OPALA SPECIAL 1974, tive preto de arrancada e acho o modelo muito bonito.

15. E um carro novo?

Apaixonado por TROLLER.

16. Só para encerrar, você gostaria de deixar algum recado para os leitores do 200milhas?

Usar o espaço do site para pedir a conscientização de todos que gostam e curtem arrancadas, manobras, velocidade e automobilismo, dizer que rua não é lugar para a prática desse esporte. Por uma brincadeira, um impulso, você pode acabar com a sua vida e a de outras pessoas.